Fórmula 1

Com homenagem aos seus 25 anos, Sauber revela carro totalmente mudado

Publicado em 20/02/2017 , às 16 h52

Agência Estado

Sauber 2017 será impulsionado por um motor fornecido pela Ferrari e com um design diferente. / Foto:

Sauber 2017 será impulsionado por um motor fornecido pela Ferrari e com um design diferente. Foto:

A Sauber se tornou nesta segunda-feira a segunda equipe do grid da Fórmula 1 a revelar o seu novo carro para a temporada de 2017. Depois de a Williams ter exibido o seu monoposto de forma surpresa na semana passada, o time suíço apresentou, por meio de imagens publicadas em seu site oficial, o modelo C36, que trouxe uma nova configuração de cores. Predominantemente azul metálico, o carro conta também detalhes em branco e dourado, este inspirado no fato de que a escuderia usou o modelo para homenagear os seus 25 anos de presença na F-1.

Impulsionado por um motor fornecido pela Ferrari e com um design diferente na esteira do novo regulamento técnico da categoria para este ano, o carro traz a inscrição "25 Years" em dourado nas laterais traseiras e logo à frente do cockpit.

Mas, muito mais do que o aspecto visual, o novo monoposto da Sauber chama a atenção por trazer um design totalmente diferente do seu antecessor, com o qual a equipe somou apenas dois pontos no ano passado e terminou a temporada na penúltima posição do Mundial de Construtores, superando apenas a nanica Manor.

Com nenhuma parte herdada do modelo de 2016, o C36 foi projetado focando principalmente a diminuição do seu coeficiente de arrasto aerodinâmico, devido aos novos pneus traseiros mais largos que passarão a ser fornecidos pela Pirelli, assim como buscou uma significante redução de peso, embora o mínimo estipulado para os carros no regulamento de 2018 tenha subido para 728 quilos.

"Colocamos maior ênfase na estabilidade aerodinâmica, em oposição a maximizar o downforce", explicou o diretor técnico da Sauber, Jorg Zander, ao falar sobre o novo carro. "Basicamente, as grandes equipes também têm uma vantagem quando se trata de grandes mudanças nos regulamentos, mas quando as cartas são reorganizadas novas oportunidades sempre se apresentam também", completou o dirigente, confiante de que a Sauber poderá evoluir de forma considerável em relação a 2016.

Motor



Para ter sucesso neste ano, a Sauber preferiu manter inicialmente a mesma especificação de motor Ferrari utilizado no ano passado, o que possibilitou à equipe começar a planejar e desenvolver o modelo C36 mais cedo do que se tivesse adotado o uso de um novo propulsor.

O sueco Marcus Ericsson será o primeiro a pilotar o novo carro da Sauber, na próxima semana, em Barcelona, na Espanha, na primeira bateria de testes coletivos da pré-temporada da Fórmula 1, cujo Mundial de 2017 será iniciado em 26 de março, data da disputa do GP da Austrália, em Melbourne.

Neste ano, a Sauber contará com uma dupla nova de pilotos após a saída do brasileiro Felipe Nasr, que não renovou seu contrato após a última temporada. Em seu lugar entrará o alemão Pascal Wehrlein para fazer parceria com Ericsson. 

E Wehrlein sofreu um revés antes mesmo da sua estreia pela Sauber, pois na última sexta-feira o piloto anunciou que ficará fora dos primeiros testes desta pré-temporada por causa de lesões nas costas sofridas na Corrida dos Campeões, realizada no início deste ano. 

Nesta corrida, Wehrlein sofreu um acidente que envolveu o brasileiro Felipe Massa e o levou a se chocar contra uma barreira de proteção de pneus. Por causa da batida, inclusive, ele ficou de fora do restante do evento, disputado em Miami, nos Estados Unidos.

Após a Williams e a Sauber revelarem seus novos carros, a Renault deverá se tornar a terceira equipe a apresentar o seu monoposto para a F-1 de 2017, o que está previsto para ocorrer nesta terça-feira, em Londres.

PALAVRAS-CHAVE: automobilismo esportes

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo