Tênis

ITF elege Murray e Kerber melhores do ano; Soares fatura prêmio nas duplas

Publicado em 13/12/2016 , às 14 h07

Estadão Conteúdo

Murray conquistou nove títulos no ano. / Foto: Glyn KIRK / AFP

Murray conquistou nove títulos no ano. Foto: Glyn KIRK / AFP

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) anunciou oficialmente nesta terça-feira (13) que o britânico Andy Murray e a alemã Angelique Kerber foram eleitos os melhores tenistas do ano. Essa é a primeira vez que os dois recebem esta importante premiação, na qual a entidade qualifica os vencedores como "Campeões do Mundo da ITF".

Murray e Kerber terminaram a temporada como respectivos líderes do ranking mundial masculino e feminino do tênis, também um feito inédito em suas carreiras, e até por isso já era esperado que eles fossem eleitos ganhadores desta honraria.

O escocês e a alemã irão receber este prêmio da ITF no dia 6 de junho, em Paris, durante a disputa de Roland Garros, como tradicionalmente acontece anualmente. Para Murray, o reconhecimento da entidade foi também reflexo da temporada histórica que realizou. Ele conquistou nove títulos no ano, incluindo seu segundo troféu do Grand Slam de Wimbledon e a medalha de ouro nos Jogos do Rio, onde se tornou o primeiro jogador da história a faturar por duas vezes o torneio de simples da Olimpíada.

Já a liderança do ranking ao término da temporada só foi ser garantida com a vitória sobre o sérvio Novak Djokovic na decisão do ATP Finals, torneio que reuniu os melhores tenistas do ano, em Londres, onde se consagrou diante dos torcedores britânicos.

"Significa muito para mim ser nomeado campeão do mundo pela ITF. Tive uma temporada memorável, ganhando de novo em Wimbledon, mantendo meu título olímpico e fechando o ano como número 1 do ranking no último jogo desta temporada", afirmou Murray, que ainda festejou o fato de que seu irmão mais velho, Jamie Murray, fechou 2016 como líder do ranking de duplas ao lado do brasileiro Bruno Soares, feito assegurado também durante a disputa do ATP Finals. "É particularmente especial com meu irmão Jamie também se tornando campeão do mundo", completou, em declarações ao site oficial da ITF.

Kerber, por sua vez, fez história entre as mulheres no tênis ao se tornar a primeira alemã a faturar esta premiação desde quando Steffi Graf ganhou a última de suas sete honrarias concedidas pela ITF em 1996.

Em sua temporada, a tenista de 28 anos derrotou a então número 1 do mundo, Serena Williams, para conquistar o Aberto da Austrália, seu primeiro título de Grand Slam, em janeiro, para depois também faturar o US Open e ganhar a medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio.

"Estou realmente honrada de ser nomeada campeã do mundo pela ITF e me juntar a todos os campeões do passado (desta premiação). Este ano foi, de longe, o melhor da minha carreira com tantas inesquecíveis experiências e emoções. Estou lisonjeada pelo reconhecimento e espero superar meus novos desafios", afirmou Kerber ao comemorar a sua premiação.

DUPLAS

Soares e Jamie Murray, por sua vez, acabaram consagrados nesta que foi a primeira temporada dos dois atuando juntos. Logo de cara, eles conquistaram em janeiro o título do Aberto da Austrália e depois voltaram a ganhar um Grand Slam no ano com o triunfo no US Open, em Nova York. Foi a primeira vez, também, que os dois tenistas faturaram esta honraria da ITF.

"Estou muito orgulhoso de receber este prêmio, Foi um ano incrível para nós, ganhando dois Grand Slams e terminando como dupla número 1 apenas nesta nossa primeira temporada juntos", afirmou Murray. "Como uma nova dupla entrando na temporada há muita expectativa e fé, mas algumas dúvidas e incertezas também. Portanto, para nós terminar o ano como a dupla número 1 ganhando dois Slams foi incrível. Isso nos dá um olhar muito ansioso para o futuro", completou Soares.

Entre as mulheres nas duplas, as francesas Caroline Garcia e Kristina Mladenovic, que também fecharam o ano como líderes do ranking feminino de parcerias, faturaram, assim como Kerber, a premiação da ITF pela primeira vez em suas carreiras. Nesta temporada, elas ganharam pela primeira vez um título de Grand Slam em Roland Garros e avançaram à final do US Open, assim como ajudaram a França a chegar à decisão da Fed Cup, espécie de versão feminina da Copa Davis.

PALAVRAS-CHAVE: tênis esportes murray

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo