Número um

Murray derrota francês e encara Verdasco na final em Dubai

Publicado em 03/03/2017 , às 16 h58

Estadão Conteúdo

Número um do mundo bateu francês Lucas Pouille / Foto: AFP

Número um do mundo bateu francês Lucas Pouille Foto: AFP

Desta vez o escocês Andy Murray não precisou salvar match points. Mas também não teve facilidade contra o francês Lucas Pouille, nesta sexta-feira. Com novas oscilações, o tenista número 1 do mundo derrotou o sétimo cabeça de chave por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1.

O novo triunfo levou o Murray à final de Dubai pela segunda vez. Na primeira, em 2012, ele perdeu para o suíço Roger Federer. O escocês ainda busca seu primeiro troféu na maior cidade dos Emirados Árabes Unidos, sendo o primeiro do ano e o 45º da carreira. No total, Murray disputará sua final de número 67 no circuito profissional.

Vindo de um duro confronto com o alemão Philipp Kohlschreiber, contra quem precisou salvar sete match points, Murray abriu 3/0 sobre Pouille nesta sexta e parecia definir um caminho tranquilo na partida. Porém, o 15º do ranking equilibrou o jogo e chegou a faturar duas quebras de saque sobre o número 1 do mundo. Mas Murray obteve três quebras e venceu o set inicial.



Na segunda parcial, Murray retomou a atuação do início do jogo e praticamente não deu chances ao rival. Ele não teve o saque ameaçado e impôs pressão no serviço do rival, conquistando mais duas quebras e sacramentando a vitória ao fim de 1h34min de confronto.

Na final, o tenista escocês vai ter pela frente o espanhol Fernando Verdasco, surpresa desta edição do torneio. No caminho até a decisão, ele despachou o francês Gael Monfils, um dos favoritos ao título. Nesta sexta, sua vítima foi o holandês Robin Haase em três sets: 7/6 (7/5), 5/7 e 6/1.

Verdasco, neste sábado, fará o jogo mais importante dos seus últimos anos no circuito. Ex-Top 10, ele vem de títulos em torneios mais modestos, sem maior relevância. Então, nesta final contra o número 1, terá a grande chance de voltar a ser protagonista no circuito. 

Para tanto, terá que superar o complicado retrospecto contra o escocês. O líder do ranking venceu nada menos que 12 dos 13 confrontos com o espanhol. A única vitória de Verdasco sobre Murray foi conquistada em 2009.

PALAVRAS-CHAVE: tênis esportes

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo