Curitiba

Federação proíbe árbitro e clássico Atlético-PR x Coritiba é suspenso

Publicado em 19/02/2017 , às 18 h12

WLADMIR PAULINO NE10

Jogadores de Atlético-PR e Coritiba subiram juntos ao gramado para agradecer à torcida. / Foto: Reprodução/Youtube.

Jogadores de Atlético-PR e Coritiba subiram juntos ao gramado para agradecer à torcida. Foto: Reprodução/Youtube.

Por ordem da Federação Paranaense de Futebol, o clássico entre Atlético Paranaense e Coritiba não aconteceu na tarde deste domingo (19), na Arena da Baixada, em Curitiba, pela quinta rodada do Campeonato Paranaense. Como os dois times não entraram em acordo com a emissora que transmite a competição resolveram fazer a transmissão em seus respectivos canais no Youtube e páginas do Facebook. Mas uma ordem da FPF proibiu o árbitro de iniciar a partida, que estava marcada para às 17h. Após 40 minutos de debates, telefonemas e xingamentos da torcida, os dois times entraram juntos no gramado para agradecer ao público e foram embora. A partir desta segunda, os dois clubes e a Federação vão tentar um acordo sobre como ficará a partida.

Atlético e Coritiba já vinham conversando sobre a possibilidade de levar o jogo apenas pela internet há algum tempo, pois ambos não aceitaram a proposta de de R$ 1 milhão por três anos feita pela televisão. Na última sexta-feira (17) foi batido o martelo para liberar o jogo para o Youtube e o Facebook. O ritual da partida começou sem maiores problemas: os dois times entraram em campo e os dois hinos - do Paraná e do Brasil - foram executados. Mas na hora de a bola rolar, o árbitro recebeu um comunicado para não autorizar o início.

Depois de mais de dez minutos ele comunicou aos dirigentes dos times que só estava autorizado a começar o jogo se a transmissão pela internet fosse suspensa, pois a Federação tem um contrato com o canal de televisão e não poderia liberar a transmissão por outro 'veículo', de acordo com o vice-presidente do Coxa, José Fernando Macedo.

Em comum acordo, os dois times mantiveram a posição. O árbitro esperou mais dois minutos e voltou ao seu vestiário. Os jogadores dos dois times entraram juntos, deram as mãos no centro do gramado e agradeceram às duas torcidas. "Não vai ter o jogo por uma medida intransigente e estreita. Está no momento de a gente mudar, tomar as decisões que são dos clubes porque o futebol só existe pelos jogadores e clubes aos quais eles estão filiados. Não podem terceiros interferirem no nosso mando", observou o presidente do Atlético-PR, Luiz Sallim Emed.

Exemplo para outros clubes

Apesar de prever punições, o dirigente atleticano ressaltou a iniciativa da dupla e fez um alerta ao torcedor que pode ter saído da Arena da Baixada revoltado por não ter visto jogo. "Essa iniciativa pioneira vai servir para os presidentes dos demais clubes. Que sigam o exemplo de Atlético e Coritiba de dizer não. É uma palavra simples e muitas vezes é isso que temos que fazer: romper com essas coisas, romper com o status quo. A gente pede desculpas ao torcedor, que muitas vezes tem o pensamento imediato e não conseguem ver a repercussão que isso vai dar".

PALAVRAS-CHAVE: futebol esportes

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: Nelson- 20/02/2017 19:33 Na verdade ela quer mandar no país. Como futebol é o carro chefe da diversão brasileira, é também o meio mais fácil de alienar! Chega rede esgoto. Essa organização criminosa, acaba com o futebol dos outros estados em detrimento do Rio e SP!!!!!
  • De: Rose- 20/02/2017 15:30 A torcida tem que aplaudir de pé esta atitude dos clubes. Só assim teremos jogos em dias e horários convenientes para a torcida e não em horário conveniente para Rede Esgoto após Big Bosta!
  • De: Paulo- 20/02/2017 00:25 Demorou, mas apareceu alguém para bater de frente com a Ditadura da rede de Esgoto de televisão.
  • De: Carlos Antonio- 19/02/2017 20:34 A globosta mandando no futebol brasileiro. Essa safadeza tem que acabar!

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo